Acesso aos alunos EAD. Clique aqui

18
fev

0

Resumo do Mercado: os movimentos da última semana

Olá, alunos da EA,

Na sexta-feira, o Ibovespa partiu para a realização de ganhos e caiu 0,50%, fechando aos 97.525 pontos. Porém, essa queda não foi suficiente para apagar a boa semana, fechando em alta de 2,29%. O giro financeiro foi de R$ 14,7 bilhões.

Mesmo com o cenário externo mais positivo, a briga entre Gustavo Bebianno, ministro da Secretaria-Geral da Presidência, e Carlos Bolsonaro causou preocupações sobre o efeito que isso terá na agenda reformista, podendo gerar perda de apoio para o presidente Bolsonaro. Essa preocupação colocou um pé no freio dos investidores, que irão acompanhar amanhã o pacote anticorrupção de Sérgio Moro chegando ao Congresso e, na quarta-feira, a reforma da Previdência, prometendo ser uma semana bastante agitada.

As blue chips caíram, contribuindo para a queda do índice na sexta. Os bancos, apesar de positivos na semana, fecharam com queda. As ações do Itaú(ITUB4) caíram 1,03%, mas fecharam com alta de 0,51% na semana. As ações do Bradesco(BBDC4) caíram 0,65%, mas fecharam a semana com 2,98% positivo. As ações do Santander(SANB11) repetiram o mesmo movimento, caindo 0,50% na sexta, mas fechando com alta de 0,41% na semana. Por fim, as ações do Banco do Brasil(BBAS3) subiram na sexta 0,12%, fechando a semana com alta de 5,95%.

Continuando nas principais ações do índice, as ações da Petrobrás(PETR4) recuaram mesmo com a alta do preço do barril de petróleo, o que também parece mais uma realização de lucro. Na sexta, as ações caíram 0,41%, porém fecharam a semana com uma excelente alta de 6,80%.

Já as ações da Vale(VALE3), que estão sofrendo no ano, tiveram uma boa sexta e uma excelente semana. Na sexta, subiram 0,48% e, na semana, 6,30%. O motivo dessa alta na sexta foi a criação de um Comitê Independente de Assessoramento Extraordinário de Segurança das Barragens, que vai atuar na segurança das barragens de rejeitos, que causaram muitos estragos.

Falando em estrago, a ameaça do presidente Bolsonaro de abrir uma “Lava Jato da Educação” derrubou os papéis de empresas educacionais. A Kroton(KROT3) caiu 6,21%, Estácio(ESTC3), 5,2%, e Ser(SEER3), 7,18%. Apesar da queda, as 3 ações acumulam alta de mais de 20% em 2019.

O dólar voltou a cair na sexta – a queda foi de 0,97%, fechando em R$ 3,70, pesando para o dólar fechar negativo na semana, com baixa de 0,86% acumulada. Já o Euro caiu 1,04% na sexta e fechou em R$ 4,19, com queda acumula de 0,71% na semana.

Os DIs continuaram com o movimento de queda, já que, aos poucos, os analistas vão diminuindo as projeções de Selic para 2019. O DI jan 2021 caiu de 6,97% para 6,93%, enquanto o DI jan 2025 caiu de 8,59% para 8,53%.

Na agenda hoje, teremos o balanço de Itausa(ITSA4) e Linx(LINX3), ambos depois do pregão. E, por ser a terceira segunda-feira do mês, é dia de vencimento de opções. Na sexta, foram divulgados os dados do IBC-Br pelo Bacen, que subiram 0,21% em dezembro.

Com o fim do horário de verão, a bolsa americana passará a abrir agora às 11h30, enquanto os mercados europeus irão abrir às 5h.

Indo para os Estados Unidos, hoje é feriado, Dia do Presidente, que é comemorado toda terceira segunda-feira do mês de fevereiro em honra aos antigos presidentes do país, em especial a Washington e Lincoln.

Na sexta, as bolsas voltaram a subir por conta do entusiasmo com a declaração de Trump de que está muito perto de um acordo muito bom com a China. No entanto, a decisão de Trump em declarar emergência nacional na fronteira com o México pode atrapalhar esse bom momento. O Dow Jones subiu 1,74%, o S&P 500 subiu 1,09% e a Nasdaq subiu 0,61%.

Na agenda norte-americana, o mercado se volta para quarta-feira também, quando será divulgada a ata da última reunião do FOMC, o Copom dos EUA, e o mercado aguarda ansiosamente a posição do FED em relação à taxa de juros do país.

Indo para a Europa, como está abrindo às 5h, conseguimos pegar o mercado depois da abertura. Nesse momento, as bolsas europeias estão caindo, com a bolsa de Paris caindo 0,02%, a de Londres caindo 0,28% e a da Alemanha recuando 0,25%. A exceção é a bolsa da Espanha, que, neste momento, sobe 0,35%. Já na Ásia, as bolsas fecharam em alta, com a bolsa do Japão subindo 1,82%, a da Coréia do Sul subindo 0,67%, a bolsa de Hong Kong subindo 1,60% e a de Shangai subindo 2,68%.

Indo para o petróleo, a notícia de que EUA está perto de um acordo com a China animou os mercados e a expectativa de crescimento global. Com isso, deve aumentar a demanda por petróleo, pressionando os preços para cima. A alta foi de 2,17% do WTI e 2,60% do Brent.

Já as criptomoedas estão em alta na semana e nas últimas 24 horas. O Bitcoin está subindo 2,87%, a Ethereum subindo 10,36%, voltando a se consolidar como segunda maior moeda digital em valor de mercado, e a Ripple subindo 3,06%.

Ótima semana e bons negócios!